Notícias

  • Home
  • /
  • Notícias
  • /
  • PAPAR – Projeto Amigo dos Portadores de Asma e Rinite
  • PAPAR – Projeto Amigo dos Portadores de Asma e Rinite
    « Voltar · 23/JAN/2018

    A SEE, por meio da FDE, firmou Acordo de Cooperação com a ABRA/SP – Associação Brasileira de Asmáticos/São Paulo para dar continuidade ao PAPAR no PEF que, em 2017, contou com a participação de 15 Diretorias de Ensino do Estado.

     

    Os irmãos Renildo e Arlindo, em: Bronquio Bill, o amigo do peito contra Zácaro, o amigo dos Ácaros.

     

    COMPARTILHE:

     

    A SEE, por meio da FDE, firmou Acordo de Cooperação com a ABRA/SP – Associação Brasileira de Asmáticos/São Paulo para dar continuidade ao PAPAR no PEF que, em 2017, contou com a participação de  15 Diretorias de Ensino do Estado.

    O propósito principal da ABRA/SP é, com a colaboração de médicos voluntários, proferir palestras sobre o tema destacado, aos sábados ou domingos, endereçadas à comunidade. Excepcionalmente, caso a Coordenação Regional julgue ser mais adequado, essa palestra poderá ser realizada para as Coordenações Locais, em uma das Reuniões Semanais, com a finalidade de multiplicá-la para a comunidade posteriormente.

    PAPAR

    O projeto conta com a colaboração voluntária de mais de 560 médicos, em todo o Estado de São Paulo. Já é realidade desde 2004 e possui um rico material educativo,  impresso e áudio visual próprio. Desta forma, contando com a solidariedade e o compromisso de levar o médico voluntário para dentro da escola, orientando de forma muito simples a respeito de asma e rinite e como prevenir suas crises. 

    A ABRA, contando com a solidariedade e o compromisso do médico voluntário, encaminha-o para dentro da escola onde orientará a comunidade, de modo simples e acessível, sobre a Asma e a Rinite  e a prevenção às suas crises.

    Justificativa

    A Asma e a Rinite Alérgica são doenças crônicas, que acometem 15% da população, caracterizada por episódios recorrentes de obstrução das vias aéreas, cujas manifestações são, geralmente, tosse, dispneia,  aumento da secreção brônquica, espirros, coriza, obstrução nasal. As crises podem ocorrer em várias circunstâncias; com a inalação de aeroalergenos (pó, epitélio de animais...), com inalação de ar frio, com exercício físico, entre outras.


    Estas doenças são resultado de uma interação entre genética, exposição ambiental a alérgenos (substâncias dos alimentos, de plantas ou de animais que provocam uma reação exagerada do sistema imunológico e causam a inflamação) e outros fatores específicos que levam ao desenvolvimento e manutenção daqueles sintomas.

    A mortalidade por asma, nos países em desenvolvimento, corresponde de 5% a 10% das mortes por causa respiratória, com elevada proporção de óbitos domiciliares. 
    Vários estudos demonstraram que o aumento da mortalidade e morbidade observado na asma está associado principalmente ao manejo inadequado da asma pelos pacientes. Diante do resultado desses estudos, seria aconselhável que todos os pacientes portadores de asma e rinite e seus familiares recebessem orientações sobre essa doença e noções de como eliminar ou controlar os fatores desencadeantes, especialmente os domiciliares e ocupacionais. 

    Para reverter esse quadro estatístico dramático, a ABRA/SP vem propor à Secretaria da Educação do Estado de São Paulo a implementação do projeto PAPAR, que consiste em envolver profissionais da saúde, preocupados com as consequências dessas doenças, para proferir palestras ao público frequentador do Programa Escola da Família.

    O desenvolvimento desse projeto poderá diminuir o absenteísmo na vida escolar, o número de internações hospitalares, as visitas ao Pronto Socorro. Enfim, ensejará a promoção da qualidade de vida, propiciando também benefícios econômicos a toda sociedade. 

     

    CABE ÀS PARTES

    ABRA/SP

    • Buscar médicos voluntários cadastrados no projeto para a realização do Projeto PAPAR.
    • Fornecer material impresso de apoio e digital (aula padrão para o médico voluntário).
    • Disponibilizar material digital (link do vídeo com o boneco sobre asma, gibi...)
    • Fazer contato com a Diretoria de Ensino para agendamento das palestras onde houver médicos voluntários.
    • Fornecer avaliações (pré e pós palestras) para serem realizadas pelos participantes e organizar a tabulação dos dados ao final.

     

     SEE/FDE

    • Divulgar o projeto às DEs.
    • Acompanhar o agendamento das palestras.
    • Enviar o material impresso fornecido pela ABRA à Diretoria de Ensino.

     

    DIRETORIA DE ENSINO

    • Buscar escolas do PEF que tenham interesse em receber o PAPAR.
    • Agendar palestras do PAPAR com antecedência de 30 dias, em média.
    • Aguardar contato da ABRA para agendamento da palestra, conforme dados abaixo:

    o   contato: Marise Amaral

    o   telefones (11) 5549-8199 e (11) 3501-8854

    o   e-mail: marisemartino@gmail.com e info@sbasp.org.br 

     

    PROGRAMA ESCOLA DA FAMÍLIA

    • Divulgar a realização da palestra interativa, com até 2 horas de duração, para a comunidade participante do PEF.
    • Oferecer um espaço que comporte o público convidado.
    • Disponibilizar equipamento de projeção (imagem e som) para a exibição da aula padrão.
    • Aplicar as avaliações (pré e pós palestras) aos participantes e enviar os resultados à ABRA.

     

    Carmen Lúcia Bueno Valle

    Coordenação Geral do Programa Escola da Família - PEF

    Secretaria da Educação do Estado de São Paulo – SEESP

     

    Ana Maria Stuginski

    Operacionalização do Programa Escola da Família – PEF

    Fundação para o Desenvolvimento da Educação – FDE

     

     

    Listar Todas as Notícias
Receba novidades
Alameda Iraé, 620 conj. 103 - Moema - São Paulo/SP - CEP: 04075-903 - Fones: (11) 5549-8199 | 3501-8854 | 0800 773 8199
2017 © ABRA - Associação Brasileira de Asmáticos - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por