Notícias

  • O QUE É POLIPOSE NASAL
    « Voltar · 24/NOV/2020

    Polipose nasal é uma das co-morbidades da ASMA

     

     

    COMPARTILHE:

     

    O Pólipo nasal é um crescimento anormal de tecido no revestimento do nariz, que se assemelha a pequenas uvas ou lágrimas grudadas no interior do nariz.

    Embora alguns possam se desenvolver no início do nariz e ser visíveis, a maioria cresce nos canais interiores ou nos seios nasais, não sendo observáveis, mas podendo levar ao surgimento de sintomas como coriza constante, sensação de nariz entupido ou dor de cabeça persistente, por exemplo.

    Enquanto alguns pólipos podem não causar qualquer sinal e ser identificados por acaso durante um exame de rotina ao nariz, outros causam vários sintomas e podem precisar ser removidos através de cirurgia.

    Assim, sempre que existir suspeita de pólipo nasal, é aconselhado consultar um otorrinolaringologista para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento, para aliviar os sintomas.

    Principais sintomas

    Um dos sintomas mais característicos do pólipo nasal é o surgimento de uma sinusite crônica que demora mais de 12 semanas para desaparecer, no entanto, outros sintomas podem incluir:

    Coriza constante;

    Sensação de nariz entupido;

    Diminuição da capacidade de cheiro e paladar;

    Dor de cabeça frequente;

    Sensação de peso no rosto;

    Ronco durante o sono.

    Existem também vários casos em que os pólipos nasais são muito pequenos e, por isso, não causam qualquer tipo de alteração, não provocando sintomas. Nestes casos, os pólipos geralmente são identificados durante exames de rotina ao nariz ou vias respiratórias.

    Como confirmar o diagnóstico

    O otorrinolaringologista pode sugerir a existência de um pólipo nasal apenas por meio dos sintomas relatados pela pessoa, no entanto, a melhor forma de confirmar o diagnóstico é fazendo exames, como endoscopia nasal ou uma tomografia computadorizada.

    Antes disso, e caso a pessoa apresente sinusite crônica, o médico pode pedir primeiro um teste de alergias, pois é mais fácil de fazer e ajuda a descartar uma das causas mais comuns.

    Possíveis causas

    Os pólipos são mais frequentes em pessoas que têm problemas respiratórios que causam irritação constante da mucosa nasal. Assim, algumas causas que aumentam o risco de ter um pólipo incluem: Sinusite;

    Asma;

    Rinite alérgica;

    Fibrose cística.

    No entanto, também existem vários casos em que os pólipos surgem sem qualquer tipo de histórico de alterações no sistema respiratório, podendo até estar relacionados a uma tendência hereditária.

    Como é feito o tratamento

    O tratamento para o pólipo nasal geralmente é feito para tentar aliviar os sintomas provocados pela sinusite constante. Assim, o médico pode recomendar o uso de corticoides nasais em spray, como Fluticasona ou Budesonida, por exemplo, que devem ser aplicados 1 a 2 vezes por dia para diminuir a irritação do revestimento do nariz. Saiba mais sobre as possíveis formas de tratamento da sinusite.

    Porém, nos casos em que não existe melhora dos sintomas, mesmo após algumas semanas de tratamento, o otorrinolaringologista pode aconselhar a realização de uma cirurgia para retirar os pólipos.

    Como é feita a cirurgia

    A cirurgia para remover pólipos nasais normalmente é feita com anestesia geral ou local, com incisões na pele e/ou na mucosa da boca ou utilizando-se um endoscópio, que é um fino tubo flexível que é inserido através da abertura do nariz até ao local do pólipo. Uma vez que o endoscópio tem uma câmera na ponta, o médico é capaz de observar o local e remover o pólipo com a ajuda de um pequeno instrumento de corte na ponta do tubo.

    Após a cirurgia, o médico normalmente receita alguns sprays anti-inflamatórios e com corticoides que devem ser aplicados para evitar que o pólipo possa voltar a surgir, sendo necessário voltar a fazer a cirurgia. Além disso, pode ainda ser aconselhada a lavagem nasal com soro fisiológico, para estimular a cicatrização.

    MATERIAL RETIRADO DO SITE “ TUA SAÚDE”

     

     

    Listar Todas as Notícias
Receba novidades
Alameda Iraé, 620 conj. 103 - Moema - São Paulo/SP - CEP: 04075-903 - Fones: (11) 5549-8199 | 3501-8854 | 0800 773 8199
2017 © ABRA - Associação Brasileira de Asmáticos - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por